Destra Consultoria

Artigos

10 de setembro | 09:44

Comportamento diz mais sobre você do que o cargo que exerce

Anos atrás participei de uma entrevista de emprego numa rede de materiais para construção em Goiânia. A ocasião era muito especial para mim porque pela primeira vez assumiria um cargo de gerência. Quando me chamaram para conversar com um dos diretores da empresa, me deparei com um executivo sentado, com as pernas sobre a mesa, e ele permaneceu assim durante toda a entrevista. Fiquei chocada com tamanha falta de respeito. Se aquilo era uma forma de me mostrar autoridade, tudo o que ele conseguiu me passar foi arrogância.

 

Toda a filosofia da empresa ficou em xeque para mim naquele momento. Não acreditei numa única palavra porque ouvia uma coisa e via outra bem ali na minha frente. O interessante é que com o passar do tempo toda a má impressão que tive naquela entrevista foi se confirmando ao longo de seis meses, período em que fiquei nessa empresa. Todos os dias, algo desagradável acontecia entre as diretorias e as gerências. Foi sem dúvida uma das piores empresas em que já trabalhei. Como cliente, quando entro para comprar algo sinto nos olhos dos atendentes que nada ou quase nada mudou, mesmo a diretoria não sendo exatamente a mesma. Acredito que tal comportamento fica enraizado, impregnado nas paredes, teto, sala, produto, colaboradores.

 

O que todo líder precisa entender é que ele assume o papel de espelho, ele é exemplo. Sabe, é até chato ter que escrever sobre isso porque não tem nada de novo. Mas, é preciso repetir até que as pessoas que exercem papel de liderança compreendam que para mostrar autoridade é preciso fazer coisas baseadas no compartilhamento de conhecimento, inteligência, sensibilidade. Autoridade não tem nada a ver com a maquiagem, o carro, a marca do terno ou da bolsa. O dinheiro que se ganha dá o poder de compra, mas não a elegância do uso. Um bom líder é educado, simpático, sutil e cordial. Nada disso se adquire numa loja, se aprende com outros bons líderes. Um bom líder quando toma banho não vê sua elegância escorrendo pelos ralos.

Por: Gisella Mandaro